Jufac - Jovens Unidos com Fé e Amor a Cristo

Somos Jovens Unidos com Fé e Amor a Cristo, somos Jufac!

O grupo nasceu em 1998 com iniciativa dos jovens que faziam parte da comunidade Nsa Senhora dos Navegantes daquela época que, movidos pelo projeto de Deus, se comprometerão com mais esse desafio, que sem dúvida mudou a vida de muitos jovens e famílias ao longo dessa caminhada de 14 anos.
Queremos estar sempre presentes na vida da nossa comunidade, em todos os lugares em que o chamado de Deus nos levar. Hoje, somos catequistas de 1ª Eucaristia, do sacramento da Crisma, participantes da Comissão do Serviço dos Vicentinos, Perseverança, na Liturgia, no Grupo de Canto da missa das 9:30, nos dividimos em visitas sociais que fazemos regularmente às famílias carentes da nossa comunidade, levando alimentos, oração, alegria, amor de Deus e nossa amizade.
E esse é o motivo de estarmos aqui também! Agora, todos os meses vocês poderão conferir uma matéria com a nossa cara feita para toda a comunidade. Esperamos assim, contribuir para que conheçam e participem cada vez mais do JUFAC, afinal fazemos parte do mesmo corpo e a comunidade também faz parte desse projeto.
Cada um que contribui participando dos cafés e das macarronadas, recebendo de coração nossa visita na coleta de alimentos, na simples demonstração de alegria em alguma apresentação do coral e em outras tantas manifestações de apoio que recebemos da comunidade, nos fortalece cada vez mais, para que perseveremos nessa caminhada.
Aprendemos muito nas ações que desenvolvemos na comunidade, como conta Regiane Alves, que faz parte do grupo há alguns anos e, hoje, participa da Equipe de Trabalho do JUFAC: “o sucesso de nossas atividades acontece graças à ajuda e boa vontade de nossos irmãos e irmãs da comunidade. Com o tempo, passamos a ver o quanto isso é importante, e que existe uma diferença entre colaboração e doação. O sucesso de uma missão esta justamente em se doar, pois, quando uma contribuição é de coração, é impossível nos sentirmos mais vazios. Esse sentimento tem sido cada vez mais forte, graças a Deus, temos encontrado muitos corações cheios, dispostos a não se esvaziarem, e sim a se encherem mais e mais!”.

Topo